O que você define como o bem- viver? Será que existe um modo somente?

  Para explanar melhor sobre o "bem-viver", quero compartilhar uma história retirada de um livro de Psicologia Positiva com vocês, que conta sobre a história de O Sábio do Golfo, aqui um norte Americano ao encostar num píer avista um barco com um único pescador e observa que nele há muitos quilos de camarões, o americano elogia o pescador mexicano e pergunta sobre a malha, o pescador diz que a malha foi tecida pelo seu pai e todos os dias ele trabalha nela para que fique firme.
O norte americano questiona quanto tempo demora em realizar a pesca. O pescador responde: “Só um pouquinho Señor” O Norte americano diz: “E no resto do tempo o que pratica?” O mexicano responde: “Eu durmo até mais tarde, rezo, vou pescar camarão, brinco com os meus filhos, tiro uma siesta com a minha mulher, Maria, examino e conserto a rede, faço uma caminhada pela cidade todas as noites, onde tomo uns goles de vinho e toco violão com os amigos.  Aos domingos, vou á missa e passo o resto do dia com minha família, tenho uma vida totalmente "anti-ocupada", señor. Eu sou muito feliz!”


Com isso o norte americano ironizou e disse: “Eu tenho MBA em Havard e poderia ajudá-lo a ter mais sucesso. Você deveria usar uma rede com malha mais fina e passar mais tempo pescando, e com os lucros, comprar um barco maior, uma rede mais longa, com a qual você poderia cobrir muitos quilômetros. Com os lucros do barco maior, você poderia comprar mais barcos. Com o tempo, você teria uma frota. Em lugar de vender o produto de sua pesca a um intermediário, você poderia vender direto para a fábrica e depois abrir sua própria. Você poderia controlar o produto, o processamento e a distribuição, teria que mudar desta vila pequena de pescadores para a Cidade, depois poderia ir para Houston ou Las Angeles e de lá você dirigiria sua empresa em expansão.”

O Mexicano ficou surpreso com o plano complicado do Norte Americano e fez uma pergunta: Mas señor quanto tempo eu levaria para fazer isso? O norte Americano falou com simplicidade: Entre 15 e 20 anos. Mexicano: Mas e depois Señor? O norte americano riu e disse: Ah mas essa é a melhor parte: quando chegar a hora, você poderá vender ações da empresa ao público e ficar rico. Você ganharia milhões! Mexicano: Milhões Señor? Mas, e depois? Norte americano: “Aí você se aposentaria, mudaria para uma pequena vila de pescadores, onde dormiria até mais tarde, rezaria, pescaria um pouco, brincaria com seus netos, faria uma siesta com sua mulher, faria caminhadas pela vila a noitinha, onde poderia tomar vinho com os amigos e ficar com sua família”


Esse texto eu acho fantástico e realmente sábio e me faz pensar nas coisas que nós escolhemos, e como nós buscamos um bem – viver, não sejamos hipócritas, melhorar nossa vida, faz parte dela, porém temos que repensar como queremos bem-viver. Onde nossas ambições podem nos levar? E será que ela realmente tornará nossa vida boa, será que teremos tempo para apreciar as coisas boas da vida como estar com os entes queridos, caminhar, estar com os amigos?

Obrigada, espero que tenha gostado!

Ressalto que este texto é meramente informativo e explicativo, não dispensa a psicoterapia

Fonte: SYNYDER, C.R ; LOPEZ, L. J; Psicologia Positiva: Uma abordagem cientifica e prática das qualidades Humanas. Porto Alegre; Artmed, 2009.

Por Psicóloga Suzidalia

0 comentários :

Postar um comentário